SIGGRAPH: Visão da Intel para criação de conteúdo exascale com avanço de desempenho de 1.000x

Novidade:  Durante o evento de lançamento da Intel CREATE no SIGGRAPH 2019, a empresa destacou a importância da sua visão de computação exascale para permitir avanços significativos na criação de filmes e conteúdo.  A iniciativa é impulsionada pelos seis pilares tecnológicos  da Intel.  Esses avanços serão acelerados por uma meta plurianual que prevê um aumento de 1.000 vezes no desempenho, sustentado por investimentos abrangentes em arquiteturas de hardware de ponta e ferramentas para desenvolvedores de software.

“Estamos apostando todos os nossos esforços no impulsionamento da indústria rumo a um mundo onde a computação exascale estará acessível para todos e permitirá que criadores ampliem seus horizontes com uma narrativa visualmente rica e imersiva. Pessoalmente, estou muito empolgado com essa oportunidade futura e já desafiei minhas equipes para que juntos possamos atingir a meta de aumento de desempenho de 1.000 vezes ao longo dos próximos anos e tornar nosso sonho realidade”, explica Raja M. Koduri, arquiteto-chefe da Intel e vice-presidente sênior da divisão de Architecture, Software and Graphics.

Descrição: Dois exemplos são a próxima GPU de classe exascale da Intel e o roteiro abrangente da Intel para seu conjunto de ferramentas de renderização oneAPI (antigo Intel® Rendering Framework).

Além disso, inovações na tecnologia de memória, como os processadores Intel® Xeon® escalonáveis de segunda geração e a tecnologia Intel® Optane™ DC, levam uma nova classe de desempenho em computação para as mãos dos criadores de conteúdo. A estreita colaboração com outros players da indústria tem papel central na estratégia da Intel e inclui líderes do setor, pesquisadores e inovadores tecnológicos. São essas parcerias que permitem o desenvolvimento de fluxos de trabalho para a criação de conteúdo ilimitado, ao mesmo tempo preparam as experiências visuais do futuro impulsionadas pela promessa da computação exascale.

Porque é importante: a computação exascale irá trazer novas oportunidades para renderização rápida e de alta qualidade, simulações físicas e novos fluxos de trabalho suportados por inteligência artificial, expandindo as possibilidades de criação dos estúdios.

“Apenas Lei de Moore irá entregar a computação que atenda os desejos dos criadores de verdade”, explica Jim Keller, vice-presidente sênior da Intel e diretor geral do Silicon Engineering Group.

A transferência, armazenamento e processamento de dados em cenários tão complexos exige avanços em todo o espectro da computação, incluindo arquitetura (CPU e GPU), memória, I/O e, acima de tudo, o software que leve esses avanços até os arquitetos.

“O caminho rumo à computação e criação de conteúdo em exascale apresenta uma série de interdependências e oportunidades. Nossos avanços nessas áreas podem ser facilmente compartilhados em ambos os domínios para benefício mútuo”, diz Jim Jeffers, engenheiro sênior e diretor sênior da equipe de Advanced Rendering and Visualization da Intel. “Nossos investimentos em softwares como o OneAPI e pesquisas avançadas em algoritmos e desenvolvimento têm um papel importante à medida que ‘deixamos o transistor para trás'”.

O conjunto de ferramentas de renderização oneAPI da Intel® – usado atualmente por mais de 100 aplicações desenvolvidas tanto internamente quanto por fornecedores independentes de software (ISVs) – é um conjunto de bibliotecas de software altamente otimizadas que permitem uma renderização eficiente e de alta qualidade para dados de qualquer tamanho. A Intel apresentou seu planejamento para o conjunto de ferramentas de renderização oneAPI até o final de 2019, incluindo todos os lançamentos:

Já disponíveis:

  • O Intel® Embree v3.6 é a versão mais recente de kernels de ray tracing de alto desempenho.
  • Já o Intel® Open Image Denoise v1.0 usa técnicas de AI Deep Learning para entregar imagens com qualidade de ponta para acelerar o tempo de renderização das aplicações de ray tracing.

Disponíveis até o final de 2019:

  • Intel® OSPRay v2.0, o mecanismo de código aberto, escalonável para ray tracing irá incorporar o Intel® Open Image Denoise v1.0
  • Intel® Open Volume Kernel Library para renderização volumétrica

Colaboração Intel: os gigantes da indústria mostraram como os produtos e tecnologias da Intel estão ajudando no desenvolvimento de novas possibilidades de criação de conteúdo:

  • A Pixar* destacou a colaboração com a Intel para permitir que o Renderman entregue o dobro de aceleração1 do Open Shading Language, usando instruções vetoriais SIMD do processador Intel® Xeon® escalonável, como o AVX-512. A Pixar falou de seus planos para extensão da pesquisa em Renderman xPU e desenvolvimento de GPUs com Intel Xe architecture para usar o conceito de software oneAPI “nenhum transistor deixado para trás”.
  • A HP* falou sobre como a tecnologia Intel® Optane™ DC pode ser usada para eliminar a necessidade de salvamento lento e disruptivo, manual ou automático, para suas aplicações de criação de conteúdo. Além disso, a HP mostrou como a essa tecnologia pode ser aproveitada para preservar o histórico de trabalho nas transições de aplicativos e sistemas, conforme demonstrado no evento sobre Blender, permitindo que os criadores continuem rapidamente de onde pararam.
  • A CHAOS Research* anunciou uma nova colaboração com a Intel e a Charles University de Praga para formar o novo Intel® Graphics and Visualization Institute of XeLLENCE e avançar as pesquisas em tecnologias de renderização profissional.
  • Já a Discovery* anunciou sua nova série digital para educação científica, uma colaboração com a Intel que usará o conjunto de ferramentas de renderização oneAPI para entregar visualizações surpreendentes e de alta fidelidade para seus usuários. A série estará disponível no segundo semestre.
  • Por sua vez, a Maxon* mostrou como está alavancando o Intel® Embree e o Intel® Open Image Denoise no Cinema4D R21 para oferecer tempos de renderização ainda mais rápidos, além de anunciar uma parceria técnica com a Intel em futuras tecnologias de CPU e GPU.
  • A BlueSky Studios* falou sobre como a memória persistente pode alterar a forma como os criadores de conteúdo trabalham, permitindo a realização de tarefas que antes não eram possíveis, como trabalhos de renderização multi-TB.
  • Por fim, a Otoy* divulgou que irá apoiar a Vulkan API daqui para frente na Octane Render, citando a necessidade de padrões da indústria para aproveitar todos os recursos do melhor hardware do mercado.

Informações Adicionais: Exascale Computing will Redefine Content Creation

Observações Importantes:

Testes realizados pela Pixar em 17 de julho de 2019 indicam o dobro de tempo de renderização total com sombreamento isolado 2,4x mais rápido no Intel® Xeon Gold 6152 a 2.10 GHz (22 c).

Software e cargas de trabalho utilizados em testes de desempenho podem ter sido otimizados para desempenho apenas em microprocessadores Intel.

Testes de desempenho, como SYSmark e MobileMark, são realizados usando sistemas computacionais, componentes, software, operações e funções específicos. Qualquer alteração dos fatores descritos acima pode causar variações nos resultados. Consulte outras informações e testes de desempenho para ajudá-lo a avaliar totalmente suas aquisições, incluindo o seu desempenho quando combinado a outros produtos. Para informações mais completas, acesse www.intel.com/benchmarks.

Os resultados de desempenho são baseados em testes realizados na data informada no descritivo da configuração e podem não refletir todas as atualizações de segurança disponíveis ao público.  Verifique o descritivo da configuração para mais detalhes.  Nenhum produto ou componente é totalmente seguro.

A Intel não controle e tampouco audita dados de terceiros. Acesse outras fontes para confirmar se os dados referenciados estão corretos.

Sobre a Intel:

A Intel (NASDAQ: INTC), líder na indústria de semicondutores, está construindo o futuro orientado ao uso de dados pela computação e telecomunicações como base das inovações. O vasto conhecimento em engenharia da Intel ajuda as empresas a enfrentarem os maiores desafios do mundo, além de proteger, alimentar e interligar bilhões de dispositivos e infraestrutura de um mundo inteligente e integrado - da nuvem à rede, do começo ao fim, conectando tudo que há no meio.
Para mais informações sobre a Intel, acesse:
newsroom.intel.com e intel.com.

Intel e o logo da Intel são marcas registradas da Intel Corporation ou suas subsidiárias nos Estados Unidos e/ou outros países.

*Outros nomes e marcas são de propriedade de seus respectivos donos.