Intel Official News and Information

6 mitos e verdades sobre o notebook: O que você precisa saber para não cair nos erros comuns

Na semana do consumidor, Intel desmistifica alguns temas que cercam uma das invenções mais importantes da humanidade

Apesar de estar presente nas nossas vidas, em nossas mesas no trabalho, até mesmo nas casas, e de mexermos nele praticamente todos os dias, o PC ainda é uma ferramenta cercada de dúvidas. Bateria, processador, memória RAM, HD… Certamente você já ouviu algumas inverdades sobre esses itens e, talvez, até tenha incorporado alguns hábitos baseados em mitos na hora de usar seu computador.

Para a semana do consumidor, a Intel preparou uma lista com alguns dos mitos e verdades mais comuns sobre o tema para ajudar a esclarecer as dúvidas das pessoas na hora de dar um refresh, ou até mesmo comprar um notebook, com alguns dos temas mais controversos quando falamos dessa que é uma das invenções mais importantes do mundo.

Confira a lista com os 6 mitos e verdades sobre os notebooks elaborada pelo Ricardo Ferraz, líder da área de PCs da Intel Brasil:

 

  1. Quanto maior a minha memória RAM, mais rápido o meu computador vai ser?

 

MITO – Um notebook rápido e eficiente depende de diversos componentes, a Memória RAM não vai, necessariamente, deixar o seu PC mais rápido, mas irá, sim, melhorar o desempenho dele. A memória RAM é a responsável por armazenar os programas que estão rodando durante o uso, e, quanto mais RAM, mais programas você poderá deixar aberto ao mesmo tempo, sem deixar seu PC mais lento.

O fato é que, não faz diferença você ter 16GB ou 64GB de RAM se você só usa 12GB – nesse caso, a quantidade extra de Memória RAM é desnecessária. Agora, se você utiliza programas mais pesados, trabalha com áudio visual ou é um gamer, por exemplo, é importante você ter uma RAM maior para suportar o uso e evitar a lentidão e as famosas lags (travadas no sistema).

A Memória RAM tem que ser suficiente para a quantidade de programas e aplicações que você terá, não precisa ter uma ampla quantidade de RAM sobrando, saiba o tipo de usuário você é para não precisar pagar mais caro à toa.

 

  1. A Geração do meu processador importa?

 

VERDADE – Os processadores são o centro nervoso do computador. São eles que vão processar os dados, permitindo que você rode programas como jogos, editores de vídeo/imagem e aplicativos de trabalho. Existem diversos modelos com capacidades e preços diferentes. Por isso, é preciso ter em mente quais funções o equipamento irá desempenhar dentro de sua casa ou escritório.

Cada geração e linha de processadores, traz uma experiência diferente para o usuário. Um processador Intel® Core™ i9 (9° geração), certamente terá uma capacidade de gerenciamento de dados e performance mais aprimorada do que um processador Intel® Core™ i3 (3° Geração), por exemplo. Mas você precisa de tanto poder de processamento? Novamente, aqui, é preciso saber se você é um usuário básico (usa poucos recursos do notebook), intermediário (usa a sua máquina frequentemente e utiliza uma certa quantidade de recursos no seu dia a dia), ou se você é um “heavy user” (acessa vários programas diariamente, seja aplicativos de edição audiovisuais, jogos, ferramentas diversas, etc).

Um processador Intel® Core™ i3 normalmente possui até quatro núcleos de processamento, enquanto os processadores Intel® Core™ i7 vêm com até oito núcleos, já o processador Intel® Core™ i9 consegue chegar até 18 núcleos. Quanto mais núcleos, mais tarefas o processador pode executar ao mesmo tempo.

Se quiser saber mais sobre os processadores da Intel, clique aqui.

 

  1. Todo notebook tem placa de vídeo?

 

MITO – As placas de vídeo não são obrigatórias para todos os usuários, esse é um item essencial para quem trabalha com edição de vídeos e imagens, ou gosta de jogar no PC. A placa de vídeo é responsável pelos gráficos, liberando o processador para executar outras tarefas. Caso seu perfil tenha um consumo gráfico mais leve, onde você usa o notebook para assistir a vídeos, estudar ou trabalhar, é possível ficar apenas com os recursos de processamento gráfico já integrados ao processador ou à placa mãe do seu pc.

 

  1. Deixar a bateria descarregar por completo aumenta a duração no futuro?

 

MITO – Muitos usuários de notebook costumam ter essa dúvida em relação à bateria. O senso comum diz que quando o aparelho é descarregado por completo, antes de ser colocado na bateria, aumenta a duração nas próximas vezes que o notebook for utilizado, mas na prática, as coisas não funcionam assim.

Os notebooks estão cada vez mais modernos e as baterias fabricadas atualmente dispensam a necessidade de ciclos completos. Assim, o usuário não precisa se preocupar em esperar a bateria estar chegando ao fim para colocar na tomada.

 

  1. Colocar um SSD no meu notebook deixa ele mais rápido?

 

VERDADE – O SSD é uma peça fabricada em torno de um circuito integrado semicondutor que é responsável pelo armazenamento de arquivos no notebook. Portanto, ampliar a capacidade de armazenamento do seu equipamento pode representar uma melhora significativa no desempenho da sua máquina, e pode tornar tarefas comuns mais rápidas, como acessar arquivos, por exemplo. Os SSDs possuem todos os arquivos guardados em módulos de memória flash, o que faz com que o acesso de dados e a inicialização de programas seja mais rápido. Investir em um SSD pode ser uma opção boa e barata para dar um refresh no seu notebook e torna-lo ainda mais potente.

 

  1. Os novos computadores terão Inteligência Artificial?

 

VERDADE – A Inteligência Artificial (IA) tem se tornado cada vez mais acessível ao público. As aplicações de IA facilitam a vida tanto no dia a dia das pessoas quanto na sociedade em geral, trazendo soluções que facilitam da saúde à segurança pública.

Assim, procurando mostrar a evolução dos notebooks e ditar as próximas tendências, a Intel lançou o Projeto Athena – uma iniciativa que determina uma série de requisitos para os computadores entregarem ainda mais desempenho. Um dos requisitos é o uso de Inteligência Artificial que permite que o computador reconheça a presença do usuário e entenda suas demandas. Esses novos computadores trarão diferenciais como telas inteligentes que diminuem a luz quando alguém aparece atrás do usuário, desligam quando o usuário desvia o olhar e reacende quando ele volta a atenção ao monitor; conectividades atualizadas para oferecerem conexões mais seguras, tanto em Wi-Fi 6 como 5G; bateria de vida prolongada; processadores Intel® Core™ da 10° geração da Intel, dentre outros processos que reconhecem e se adaptam à rotina do usuário.

“O Projeto Athena propõe uma nova visão para os notebooks atuais, possuindo maior mobilidade, velocidade, configurações e recursos adaptáveis às necessidades do usuário e a sua demanda de uso. A Intel continua inovando em PCs e busca sempre melhorar a experiência do consumidor, e levando IA, maior desempenho e conectividade aos PCs, esperamos trazer à vida o notebook do futuro”, explica Ricardo Ferraz, líder da área de PCs da Intel Brasil.

Sobre a Intel

A Intel (NASDAQ: INTC) é líder da indústria e cria tecnologias que mudam o mundo, apoiando o progresso e melhorando a vida das pessoas. Inspirados pela Lei de Moore, trabalhamos continuamente no aprimoramento do design e da fabricação de nossos semicondutores para ajudar clientes e parceiros a encontrar a melhor resposta para seus maiores desafios. Ao incorporar inteligência à nuvem, rede, borda e em todos os dispositivos de computação, fazemos com que o potencial dos dados seja realmente capaz de transformar os negócios e a sociedade. Para saber mais sobre as inovações da Intel, acesse newsroom.intel.com.br e intel.com.br.

© Intel, o logo da Intel e outras marcas Intel são marcas registradas da Intel Corporation ou de suas subsidiárias. Outros nomes e marcas são de propriedade de seus respectivos donos.