Tecnologias atreladas a Inteligência Artificial e redes 5G são foco de investimento da Intel no Brasil

Ações e produtos com foco em 5G, inteligência artificial, realidade aumentada, realidade virtual e Data Centers foram tema de evento realizado em São Paulo

 

Nesta quarta-feira (28), em evento realizado em São Paulo para a imprensa especializada, a Intel apresentou seus planos corporativos para as novas tecnologias relacionadas a Inteligência Artificial (AI), redes 5G, Internet das Coisas (IoT), Realidade Aumentada (AR), Realidade Virtual (VR) e Data Centers.

“O ponto central de nossa estratégia é um profundo entendimento dos maiores desafios – e oportunidades – que nossos clientes estão enfrentando hoje”, explica Maurício Ruiz, diretor geral da Intel Brasil. “Em resumo, estamos em uma nova era da computação centrada em dados. A proliferação da nuvem, a iminente transição para o 5G e o crescimento da inteligência artificial (AI) ​​e da análise de todos os tipos de dados estão levando a uma mudança no mercado”.

Estima-se que 90% dos dados do mundo tenham sido gerados nos últimos dois anos e analistas de mercado do IDC¹ preveem que até 2025, os dados crescerão exponencialmente 10 vezes e atingirão 163 zettabytes, o equivalente a 163 bilhões de gigabytes.

A inteligência artificial transformará a sociedade moderna de maneira positiva, permitindo que tomemos decisões mais rápidas e precisas. De carros autônomos que serão capazes de contribuir para salvar vidas, passando por programas de análise de dados que poderão finalmente descobrir cura para o câncer, as máquinas que darão voz àqueles que não sabem falar, a AI será conhecida como uma das inovações mais revolucionárias da humanidade.

A indústria e a os acadêmicos têm perseguido ativamente esse futuro há algum tempo, e as primeiras soluções já estão gerando impacto na sociedade. As entidades governamentais, ainda que mais lentas no engajamento, estão agora elaborando estratégias para avançar em relação ao uso da AI e resolver alguns dos seus maiores desafios. A China, a Índia, o Reino Unido, a França e a União Européia já lançaram planos formais para a AI, mas ainda é necessário que mais países se envolvam para o desenvolvimento de estratégias. Em última análise, governos, indústria e acadêmicos devem colaborar para o avanço dessa nova e promissora tecnologia.

Como exemplo, em setembro, a Intel e a Alibaba Cloud* lançaram uma plataforma de computação conjunta que permite às empresas desenvolver soluções personalizáveis de Internet das Coisas, incluindo fabricação industrial, construção e comunidade inteligentes, entre outras. Além disso, a Intel tem investido em parcerias com outros grandes players de mercado como Google*, SAP*, Oracle*, Microsoft*, AWS*, Cloudera* e universidades brasileiras demonstram o pontencial que há para a inteligência artificial.

 

Reinventando: o Data Center e estruturas de armazenamento

Acompanhando os desenvolvimentos de novas tecnologias, a Intel lançou a tecnologia de memória Intel® Optane™ DC. Trata-se de uma classe completamente nova de inovação em armazenamento, que permite uma grande quantidade de memória entre DRAM e SSDs, além de ser rápida e acessível – que pode ampliar os ganhos de desempenho para determinadas consultas analíticas sobre configurações que dependem apenas de DRAM.

Ainda pensando em tecnologia para desenvolvimento de AI, desde o lançamento do processador escalonável Intel® Xeon™ em julho, a demanda continua aumentando. Os investimentos em otimização de processadores Intel® Xeon™ e Intel® FPGAs para inteligência artificial também estão valendo a pena. Em 2017, mais de US$ 1 bilhão em receita da Intel fora originária de clientes que executavam a AI em processadores Intel® Xeon™ no Data Center.

 

Soluções em aplicação no Brasil

No Brasil, uma parceria recente da Intel com a Locaweb* permitiu a criação do Cloud OpenStack® Locaweb*. Com uso de padrões abertos, além de oferecer mais flexibilidade aos usuários da estrutura, a Locaweb se torna um dos primeiros fornecedores do mercado a permitir que seus usuários construam verdadeiros e completos Data Centers virtuais. Toda infraestrutura está baseada na arquitetura Intel® com alta disponibilidade e performance dos processadores de última geração e SSDs. Com essa plataforma, os clientes podem construir qualquer estrutura para suas aplicações de modo automático. A integração que a tecnologia Intel® faz entre hardware e software permite colocar mais clientes na mesma plataforma e oferece a melhor relação custo-benefício. Com isso, a Locaweb está usando os sistemas ao máximo e oferecendo melhor escalabilidade e infraestrutura.

Ainda no ano de 2018 outra inovação importante para a Intel se deu junto à B2W*, que precisava melhorar a comunicaçao com o cliente e facilitar o acesso a informações relevantes, oferecendo uma experiência melhor no pós-venda. A solução encontrada foi utilizar o WhatsApp Business*, pelo fácil acesso e por ser uma ferramenta que permite interação rápida entre empresa e cliente. Utilizando a inteligência artificial, com a linguagem de programação matemática (MLP), a B2W* criou em parceria com a Intel um sistema que entende a solicitação do cliente e consegue atender a necessidade de cada pessoa. Com os Serviços empresariais Google Cloud*, a B2W* criou um canal de comunicação amigável que atinge quase 100% dos clientes.

 

Intel na era do 5G

Para auxiliar o fluxo gigante de dados futuro, a Intel passou a oferecer uma série de soluções que melhoram o desempenho das redes 5G, que aos poucos estão sendo instaladas ao redor do mundo. Por exemplo, nos últimos meses, a Intel fez importantes lançamentos globais, como o seu portfólio de transceptores 100G com fotônica em silício, apresentado durante a Conferência Europeia sobre Comunicação Ótica (ECOC), em Roma, e o modem multimodal Intel® XMM™ 8160 5G, otimizado para trazer a conectividade 5G a dispositivos como celulares, PCs e gateways de acesso à banda larga.

Tais avanços visam a aceleração do consumo de conteúdo para mídia e publicidade móvel, banda larga e TV em casa. Eles também contribuem para o aprimoramento de experiências mais imersivas e interativas que vão revelar todo o potencial de AR e VR – dois grandes projetos da empresa para os próximos anos –, AI, IoT, e os carros autônomos. Prova disso são as recentes parcerias com companhias como Volkswagen*, Rolls-Royce* e ARM*, que fazem uso de tecnologia Intel® para oferecerem os melhores resultados ao consumidor.

“Com os aplicativos e serviços oferecidos pela Intel, conseguimos migrar e melhorar o gerenciamento das redes 5G. Inclusive no Brasil, onde já trabalhamos junto às empresas do setor como provedores de soluções”, aponta Ruiz. “Queremos acelerar o processo de leilões de frequência para garantir que as redes 5G entrem em funcionamento o quanto antes, melhorando a experiência de usuários que trabalham e consomem conteúdo online”, finaliza o executivo

 

Intel e os logos Intel® Intel® Optane™ DC e Intel® Xeon™ são marcas registradas da Intel Corporation ou suas subsidiárias nos Estados Unidos e/ou outros países.

*Outros nomes e marcas são de propriedade de seus respectivos donos.

¹ Estudo Data Age 2025 realizado pelo IDC a pedido da Seagate.

Sobre a Intel:

A Intel (NASDAQ: INTC), líder na indústria de semicondutores, está construindo o futuro orientado ao uso de dados pela computação e telecomunicações como base das inovações. O vasto conhecimento em engenharia da Intel ajuda as empresas a enfrentarem os maiores desafios do mundo, além de proteger, alimentar e interligar bilhões de dispositivos e infraestrutura de um mundo inteligente e integrado - da nuvem à rede, do começo ao fim, conectando tudo que há no meio.
Para mais informações sobre a Intel, acesse:
newsroom.intel.com e intel.com.

Intel e o logo da Intel são marcas registradas da Intel Corporation ou suas subsidiárias nos Estados Unidos e/ou outros países.

*Outros nomes e marcas são de propriedade de seus respectivos donos.