Intel’s news source for media, analysts and everyone curious about the company.

O uso da tecnologia na assistência às vítimas da pandemia

Reflexões sobre o último ano e nossos planos para lidar com o impacto da COVID-19

Por Rick Echevarria

Rick Echevarria
Rick Echevarria é vice-presidente do Sales, Marketing and Communications Group e diretor geral do Programa Olímpico na Intel Corporation

Um ano atrás, a Intel lançou a Iniciativa Tecnológica de Resposta à Pandemia (PRTI), destinando 50 milhões de dólares para o uso da tecnologia da Intel no combate aos efeitos da COVID-19. A Iniciativa buscou fornecer uma visão de 360 graus dos desafios futuros, com foco em como nossas tecnologias podem promover ações voltadas à saúde, educação e à recuperação econômica de empresas. Nossos objetivos eram proporcionar auxílio imediato onde era mais necessário, desenvolver soluções inovadoras para apoiar o chamado “novo normal” e investir em tecnologias capazes de limitar o impacto de crises futuras. De um jeito ou de outro, praticamente todas as partes da tecnologia da Intel® acabaram sendo usadas nessa iniciativa.

Doze meses depois, o escopo das atividades do PRTI inclui 230 projetos em 170 organizações. Firmamos parcerias com organizações do mundo todo a fim de aplicar nossas soluções e expertise tanto em problemas localizados quanto desafios globais. E não queremos parar por aqui.

INFOGRÁFICO: Mapeando o impacto da Iniciativa Tecnológica de Resposta à Pandemia 

No momento, estamos fazendo a transição do programa e da experiência técnica de nossos funcionários voluntários para a Iniciativa Tecnológica RISE da Intel (IRTI), totalmente alinhada às metas RISE 2030 da Intel. A IRTI continuará avaliando e apoiando projetos nas áreas da saúde, educação e economia por meio de novos fluxos de trabalho dedicados voltados à igualdade social e aos direitos humanos, acessibilidade e ação climática.

A IRTI irá criar uma plataforma mais ampla e orientada para a ação por meio de um novo compromisso no valor de 20 milhões de dólares. Estamos animados em compartilhar mais sobre esses projetos ao longo dos próximos meses. Por enquanto, nosso trabalho com o PRTI mostra uma pequena parte de tudo que pode ser alcançado por meio da tecnologia, parcerias estratégias e o desejo coletivo por fazer o bem.

healthcare

Diagnóstico, tratamento e prevenção da próxima pandemia

Os desafios enfrentados pelo setor da saúde foram inúmeros. Ao avaliar projetos, como escolher entre ajudar pacientes, auxiliar a equipes médicas, financiar pesquisas que salvam vidas ou dar sentido a grandes quantidades de dados não estruturados de pacientes? Queríamos garantir que a potência do portfólio da Intel seria usada para fornecer suporte e fazer uma diferença duradoura. O PRTI colaborou com parceiros em todo o setor da saúde, de universidades e hospitais a fabricantes de equipamentos e parceiros de infraestrutura a fim de maximizar nosso impacto em todos os níveis.

Diagnóstico: No início de 2020, havia uma grande escassez de testes de reação em cadeia de polimerase, essenciais para a análise e identificação de agentes infecciosos. Os parceiros da Intel na área de diagnóstico por imagem passaram a usar equipamentos de tomografia e raios-X para ajudar na identificação e na triagem de pacientes com COVID-19. Usando inteligência artificial (IA), estes equipamentos foram capazes de determinar a presença e a gravidade da infecção por COVID-19, possibilitando a estruturação de um plano de tratamento em um momento em que os testes eram escassos. A iniciativa abriu caminho para que outras organizações criassem conjuntos de dados diversos para diagnósticos mais precisos. A Universidade da Califórnia em San Francisco, por exemplo, lançou mão da tecnologia Intel® SGX (Software Guard Extensionspara a implantação de uma plataforma de computação capaz de proteger tanto os algoritmos quanto a privacidade dos dados de saúde durante a construção de modelos de IA.

Tratamento: Soluções de telemedicina permitiram o acesso a cuidados médicos ao mesmo tempo minimizando os riscos para pacientes e profissionais da saúde. A Intel uniu-se às organizações Banner Health e VeeMed para aumentar os monitores existentes nas salas por meio da execução de um software de telemedicina em um Mini PC Intel® NUC. Dessa forma, provedores de saúde e especialistas puderam consultar casos de COVID-19 enquanto as equipes médicas podiam conversar remotamente com seus pacientes, registrar dados de monitores dentro do quarto e até mesmo usar ferramentas do Zoom para aferição mais precisa dos sinais vitais do paciente.

Prevenção: Nossos projetos são direcionados às necessidades dos pacientes e fornecedores, juntamente com o trabalho em pesquisa e desenvolvimento terapêutico. Isso inclui parcerias com clientes para o fornecimento de recursos de computação de alto desempenho (HPC) para pesquisas envolvendo a COVID-19, bem como projetos de pesquisa que vão além da pandemia atual. O Instituto de Saúde de Berlim lançou mão da arquitetura HPC da Intel® para a execução bem-sucedida do sequenciamento do RNA em um nível de célula inédito a fim de entender melhor o funcionamento do novo coronavírus.

education

Por uma educação mais conectada, envolvente e evoluída

 As necessidades imediatas na área da educação durante a pandemia logo ficaram claras: As crianças e jovens precisavam de equipamentos e de conectividade para permanecerem na escola. Durante nossos esforços para oferecer equipamentos aos alunos, notamos que focar apenas na conectividade seria uma solução muito rasa. Nós queríamos que os jovens pudessem evoluir de verdade. Firmamos parcerias com escolas, parceiros do nosso ecossistema, governos locais, professores e fabricantes de dispositivos para fazer a diferença usando uma abordagem baseada em soluções.

Conectar:

O PRTI participou de várias iniciativas de distribuição de laptops e de aprimoramento da conectividade em comunidades do mundo todo. Por meio da Iniciativa de Aprendizado Online da Intel® pudemos atender um milhão de estudantes espalhados pelo mundo. Nos EUA focamos nas áreas de maior necessidade, oferecendo soluções de ensino remoto a estudantes de mais de 15.000 famílias de 45 distritos escolares que atendem alunos carentes nos EUA.

Entre os alunos premiados havia cadetes do programa ROTC da Força Aérea na Escola de Ensino Médio Aberdeen no Mississippi, que oferece uma porta de entrada para o ensino de Ciência da Computação Avançada.

Envolver: Por meio do nosso trabalho com o Distrito Escolar Único de Los Angeles descobrimos que 30% dos alunos estavam prestes a desistir dos estudos, mesmo com acesso à internet. Foi então que identificamos a necessidade de desenvolver materiais educacionais capazes de envolver os jovens. Nossa parceria com o Centro Espacial de Houston criou um programa em torno da missão Artemis da NASA, que levará astronautas à Lua em 2024. Um grupo de 500 educadores ficou responsável pela implantação de experiências de aprendizagem virtuais para a próxima missão lunar tripulada. O projeto também irá incluir missões futuras da NASA.

Evoluir: Um dos nossos projetos de educação mais interessantes foca o suporte emocional oferecido pelos professores. A District Zero é uma empresa com sede em Chicago especializada no aprendizado baseado no bem-estar. Usando o processamento de linguagem natural e a análise de sentimentos, a ferramenta de aprendizagem emocional fornece insights acionáveis e soluções para ajudar os jovens com dificuldades. Com o suporte da Intel, a empresa poderá levar seu sistema a todos os alunos do Distrito Escolar Indian Prairie, que atende 30 mil alunos da grande Chicago.

economy

Proteger, adaptar e viabilizar a atividade econômica

Ao longo do ano observamos vários fatores que contribuíram para a desaceleração econômica. O tema recorrente era segurança, fosse no desenvolvimento de soluções capazes de tornar o funcionamento do comércio mais seguro, a redução dos riscos dos empreendedores ou o investimento em soluções capazes de aumentar a resiliência da economia no caso de uma nova crise de saúde global.

Proteger: Quarentenas em cidades inteiras e orientações para ficar em casa devem ser o último recurso para impedir a propagação de doenças contagiosas, mas mesmo com essas medidas de proteção em vigor, as empresas precisam poder funcionar com segurança e atender as necessidades essenciais da população. O PRTI investiu em diversos projetos desenvolvidos para aumentar a segurança de edifícios durante a pandemia, incluindo ocupação habilitada por IA e controles de distanciamento social em parceria com a Johnson Controls. A solução usa dados e sensores ambientais para otimizar a qualidade do ar e a análise do distanciamento físico, sem necessidade de mão de obra humana.

 Adaptar: Ajudar as empresas a se adaptarem para facilitar as atividades essenciais é fundamental para a recuperação econômica. Mesmo com a mobilidade limitada e a redução drástica no número de viagens por conta da pandemia, não foi possível eliminá-las totalmente. A GE Aviation desenvolveu um novo aplicativo de manutenção preditiva para a qualidade do ar da cabine, auxiliando as companhias aéreas no monitoramento proativo da integridade dos sistemas de refrigeração em seus voos.

Viabilizar: O investimento em soluções oferece um certo grau de resiliência contra a propagação futura de doenças e pandemias. Com patrocínio da Intel, a Universidade Purdue, no estado da Indiana, está desenvolvendo robôs capazes de detectar e eliminar patógenos dentro de poucos segundos. Já existem dois robôs que estão sendo testados nos espaços de quarentena de COVID-19 e nas salas de aula de Purdue. Seis patentes depois, a instituição estuda as oportunidades de comercialização. A esperança é que este trabalho ajude a tornar os espaços públicos mais seguros e a minimizar o risco de exposição a patógenos em áreas de alto tráfego, as ditas “zonas quentes”.

Um novo caminho para o impacto positivo da IRTI

A união de forças entre um grande número de especialistas da Intel e parceiros foi fundamental para compreender o cerne dos problemas e fornecer soluções personalizadas com resultados concretos. O mapa que ilustra o impacto global da PRTI está disponível aqui. Acompanhe o crescimento do mapa à medida que seguimos implantando nossas iniciativas. O trabalho já começou e esperamos ter novidades em breve. Acesse o site para mais informações.

Rick Echevarria é vice-presidente do Sales, Marketing and Communications Group e diretor geral do Programa Olímpico na Intel Corporation. O executivo lidera a Iniciativa Tecnológica de Resposta à Pandemia da Intel

Sobre a Intel

A Intel (NASDAQ: INTC) é líder da indústria e cria tecnologias que mudam o mundo, apoiando o progresso e melhorando a vida das pessoas. Inspirados pela Lei de Moore, trabalhamos continuamente no aprimoramento do design e da fabricação de nossos semicondutores para ajudar clientes e parceiros a encontrar a melhor resposta para seus maiores desafios. Ao incorporar inteligência à nuvem, rede, borda e em todos os dispositivos de computação, fazemos com que o potencial dos dados seja realmente capaz de transformar os negócios e a sociedade. Para saber mais sobre as inovações da Intel, acesse newsroom.intel.com.br e intel.com.br.

© Intel, o logo da Intel e outras marcas Intel são marcas registradas da Intel Corporation ou de suas subsidiárias. Outros nomes e marcas são de propriedade de seus respectivos donos.